Rica de Lucca comanda oficina de graffiti “para maiores” em Joinville

Trocar a sobriedade dos tapumes de uma obra pelo colorido do graffiti já é uma tendência percebida nos centros urbanos de todo o mundo. Simples, a ideia embeleza a rua, torna a cidade mais criativa e o espaço público mais amigável. Pensando nisso, o projeto “Na Casa da Cecília” promove uma oficina de graffiti “para maiores” com o artista Rica de Lucca. O evento gratuito será neste sábado (1º), a partir das 10h, no bairro Costa e Silva, em Joinville.

mtn face

Em um tapume localizado na Rua Henrique Miers, os participantes montarão um mural colaborativo com a mentoria do curitibano Rica de Lucca, que assina suas intervenções urbanas como Alma 73 por acreditar que é por meio da arte que o ser humano expressa sua alma. Seus desenhos combinam traços da cultura indígena brasileira com figuras de animais e seres místicos e podem ser encontrados em muros, vitrines e galerias de Santa Catarina a São Paulo. A oficina do projeto “Na Casa da Cecília” será a estreia do artista plástico em Joinville.
A ideia é que até mesmo pessoas inexperientes ou iniciantes aprendam técnicas básicas, independente de suas habilidades ou idade – por isso o “para maiores”: “Queremos propor novas experiências para pessoas que nunca tiveram a chance de aprender graffiti, por acreditarem que já passaram da idade ou simplesmente por nunca terem tido a oportunidade”, comenta a produtora do projeto Cláudia Bär.
O evento ocorre das 10h às 17h, no tapume da “casa da Cecília”, na Rua Henrique Miers. Para participar, basta se inscrever pelo e-mail cecilia@prediato.com.br
Sobre o projeto
Uma nova maneira de viver Joinville é a proposta de “Na Casa da Cecília”, que vai oferecer oficinas criativas, atividades guiadas e roteiros gastronômicos e cervejeiros durante os meses de julho a setembro. Itinerantes, todas as ações são gratuitas e abertas ao público. No site e redes sociais do projeto, a personagem Cecília dará dicas de como aproveitar mais a cidade, valorizando o que Joinville tem de melhor. A ação é promovida pela PREDIATO como forma de incentivar a cultura e a criatividade na cidade e faz parte da estratégia de divulgação do empreendimento Residencial Cecília Kaczan.
Serviço
Quando: 1º/08
Horário: das 10h às 17h
Onde: Rua Henrique Miers, 1669, bairro Costa e Silva
Em caso de chuva, a oficina será adiada
Mais informações e inscrições: cecilia@prediato.com.br

Agenda Festival de Dança 2015 – Confira a programação dessa terça-feira, 28 de julho

Cursos e oficinas – Escola do Teatro Bolshoi ou Studio Dois para Lá, Dois para Cá – das 8h às 18h10
Palcos Abertos – Diversos locais – a partir das 11h até às 18h30
Feira da Sapatilha – Expocentro Edmundo Doubrawa – das 10h às 23h
Exposição: Figuras da Dança – Exibições de documentários – Foyer do Teatro Juarez Machado – das 12h às 18h, sendo que às 14h vai ser realizado o Figuras da Dança Comentado com Ady Addor.
19414197233_7624260e09_z
Incentivar o registro e a preservação da memória da dança no Brasil. Este é o objetivo da série Figuras da Dança, uma exposição multimídia promovida pela São Paulo Companhia de Dança, sob direção de Inês Bogéa. Em Joinville, a mostra é organizada por Darling Quadros, dentro do projeto Dança In Foco, e vai exibir 30 documentários das personalidades da arte do movimento, de 23 a 30 de julho. Após algumas exibições um dos perfilados da mostra se contra com o público para um bate papo, mediado pela jornalista crítica de dança Inês Bogéa.
20075910051_2f3e4ca95f_z20070541025_83c7cdf4d5_z
Visitando os Bastidores – Centreventos Cau Hansen – das 13h às 17h
Palcos Abertos – Visita a Hospitais – Hospital Municipal São José – 15h
As questões relativas à acessibilidade e à inclusão social de pessoas com deficiência já fazem parte da rotina de organização e produção do Festival de Dança de Joinville. Neste ano, o evento em parceria com o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência oferece a experiência de andar pelo Centreventos como uma pessoa com deficiência física. A atividade consiste em uma oficina seguida de atividade prática: vivência e simulação das limitações do corpo, usando cadeiras de rodas, venda nos olhos e pesos nas pernas. Por fim, haverá a criação e apresentação de uma coreografia de dança inclusiva com os participantes simulando deficiências físicas e visuais.
20055148885_ff64a0f292_z
Apresentações em outras cidades – Jaraguá do Sul – 16h e 20h
Neste dia, o Festival de Dança de Joinville vai até Jaraguá do Sul. Serão realizadas duas apresentações: a primeira às 16h, na Praça Ângelo Piazera. A outra será no Teatro SCAR, a partir das 20 h.
Lançamento do Livro: Profissão bailarino: Raio X de uma paixão, de Steven Harper.
– Livraria A Página, Feira da Sapatilha – 16h
O projeto brotou a partir da constatação das numerosas carências e desafios dessa profissão no Brasil: caminhos profissionalizantes mal traçados, parco enquadramento legal, categoria profissional desunida, baixos salários, aposentadoria precária, etc… A profissão, contudo, atrai numerosos candidatos, subjugados pelos seus encantos, tocados por uma irresistível vocação. Daí o titulo: Profissão bailarino: Raio X de uma paixão. O livro com abordagem inédita. É destinado aos bailarinos/dançarinos de todas as modalidades, principalmente os que ainda estão aprendendo e tentados a se lançar na profissão. Os pais desses jovens, frequentemente preocupados com o desejo do filho/filha de prosseguir numa profissão arriscada, também encontrarão informações uteis e, quem sabe, algum reconforto. Mais informações: Steven Harper 
Mostra Competitiva – Centreventos Cau Hansen – 19h
Nesta noite o público poderá conferir apresentações de Dança Contemporânea e Danças Urbanas.
Mostra Contemporânea – Teatro Juarez Machado – 22h
Em 2015 a Mostra Contemporânea apresenta dois espetáculos que refletem o bom momento da produção nacional. Neste dia a Companhia Urbana de Dança, do Rio de Janeiro (RJ), apresenta “ID: Entidades”, dirigido por Sônia Destri Lie.
Crédito/Fotos: Nilson Bastian

“Na Casa da Cecília” realiza roteiro gastronômico neste sábado (25), em Joinville

Cidade da dança, das bicicletas e das flores, Joinville também tem muito a oferecer quando o assunto é gastronomia. Da tradicional cozinha alemã à comida de boteco, tem opções para todos os paladares. Pensando em promover as delícias dos restaurantes da cidade, o projeto “Na Casa da Cecília” realiza no sábado (25) um roteiro gastronômico em parceria com diferentes estabelecimentos.

Coisa e tal

No Quintal e Coisa e Tal, por exemplo, um dos pratos que estarão com preços especiais é o hambúrguer caseiro com carne de contrafilé recheado com linguiça Blumenau e cheddar, servido com ovo sauté, gorgonzola, cebola crocante, tomate e alface no pão de cerveja. Deu água na boca? O local, que no sábado fica aberto até às 14h, também vai dar descontos nos pratos Steak 1 e 2, com carne de filé americano e uruguaia, respectivamente. Já no Palácio Snooker Pub, aberto a partir das 21h às 3h30, o destaque fica com as deliciosas fritas com cheddar, com 30% off.

Palacio

Os amantes de uma boa cerveja também terão opções no Roteiro. No Palácio Snooker Pub, quem quiser pedir um baldinho de long neck para acompanhar as batatas vai ganhar desconto, assim como no Rock’n Beer, bar especializado em cervejas artesanais que abre das 18h à 1h, e no Empório Dublinn.
Para participar, basta dizer o código secreto na hora do pedido – encontrado no site do projeto http://nacasadacecilia.com.br/ – e aproveitar descontos nos pratos selecionados. A lista completa dos estabelecimentos participantes também está no site.
Sobre o projeto
Uma nova maneira de viver Joinville é a proposta de “Na Casa da Cecília”, que vai oferecer oficinas criativas, atividades guiadas e roteiros gastronômicos e cervejeiros durante os meses de julho a setembro. Itinerantes, todas as ações são gratuitas e abertas ao público. No site e redes sociais do projeto, a personagem Cecília dará dicas de como aproveitar mais a cidade, valorizando o que Joinville tem de melhor. A ação é promovida pela PREDIATO como forma de incentivar a cultura e a criatividade na cidade e faz parte da estratégia de divulgação do empreendimento Residencial Cecília Kaczan.
Serviço
Quando: 25/07
Onde: Restaurantes, bares e cafés da cidade. Lista completa no site http://nacasadacecilia.com.br/roteiro-gastronomico/
Mais informações e inscrições: cecilia@prediato.com.br

Eudora apresenta coleção de maquiagem inspirada nas luzes de Nova York

Eudora, empresa do Grupo Boticário, se inspira no brilho e nas luzes de Nova York para criar coleção de maquiagem que complementa o portfólio de Soul, linha jovem que sempre traz produtos e efeitos inovadores para os consumidores. Luzes de Nova York apresenta 13 novidades com muito brilho e efeito metalizado, que chegam ao mercado em 01 de agosto.

fundotransparenter (1)

Dentre os lançamentos estão nove batons, cinco com efeito molhado de gloss e quatro com uma fórmula inovadora, que proporciona efeito metálico e garante alta cobertura desde a primeira aplicação, para lábios iluminados e vibrantes. Além disso, a coleção apresenta três lápis de olhos de alta pigmentação em cores diferente e um quarteto de sombras com efeito metalizado e alta fixação.
As novidades podem ser encontradas através das representantes Eudora, nas lojas próprias ou no site http://www.eudora.com.br
Conheça os produtos:
Soul Kiss Me Batom Efeito Metálico, R$ 14,99*: fórmula inovadora proporciona efeito metálico e garante alta cobertura desde a primeira aplicação para lábios iluminados e vibrantes. Nas cores: Pink Show, Lilás Pop Art, Bronze Hip Hop, e Vermelho Jazz.
*Valor promocional até 18/08, depois dessa data, será alterado para R$ 17,99.
Soul Kiss Me Batom Efeito Gloss, R$ 14,99*: com textura macia, esse batom proporciona efeito molhado de gloss com cor de batom. Em cinco novas cores: Top Model Nude, Rosê Passarela, Pink Fashion, Vermelho Shopping e Carmim Salto Alto.
*Valor promocional até 18/08, depois dessa data, será alterado para R$ 17,99.
Soul Lápis Super Cor, R$ 17,99*: três novos lápis para olhos que proporcionam super cor desde a primeira aplicação. Com cores e efeitos distintos, os produtos oferecem textura macia, alta pigmentação, excelente fixação e secagem rápida. 
Nas cores:  Azul Arranha-Céu, com efeito metalizado, Verde Maçã Mate e Preto Vip, com partículas de brilho para um olhar ainda mais iluminado.
*Valor promocional até 18/08, depois dessa data, será alterado para R$ 20,99.
Soul Color to Go Luzes da Boadway, R$ 32,99*: com efeito metalizado e super brilho, o novo quarteto tem quatro lindas cores alta fixação e vem acompanhado de aplicador.
*Valor promocional até 18/08, depois dessa data, será alterado para R$ 38,99.

Wanna Be Carioca chega ao Clube Melissa

O Rio de Janeiro solar e musical invade os Clubes Melissa de todo o país. A cidade é o tema da coleção verão 2016 da Melissa, a Wanna Be Carioca, que será lançada nas lojas no dia 16 de julho. Para comemorar, os Clubes fazem um coquetel com alguns sucessos da cidade. Você é nossa convidada para experimentar estas delícias enquanto confere a nova coleção!

desfile-melissa-colecao-verao-2016-rio-de-janeiro-wanna-be-carioca-103

As cariocas têm na ponta da língua o nome do melhor brownie da cidade: é o Brownie do Luiz – que já é famoso em todo o Brasil! As famosas casquinhas – arrestas de brownie, vendidas em latinhas, serão oferecidas para adoçar o lançamento. O Complex Esquina 111 também estará no coquetel, assinando a carta de drinks exclusivos. Misto de barzinho, galeria de arte e casa de shows, localizado em Ipanema, o mais famoso bairro do Rio. O gastrobar criou quatro bebidas, mesclando sabores típicos da cidade que também serão servidas nos clubes daqui.

11745777_954681137932476_3186570260313085967_nDSC01284-horzmelissa-carioca-wanna-be

As clientes e fãs ainda ganham uma bolsa especial, criada para a coleção e que é a cara das cariocas: tem aquele charme descontraído delas! O acessório é um presente para todas que comprarem no lançamento. No mesmo dia, o Clube inaugura o novo painel touch, que traz tudo sobre a Wanna Be Carioca: modelos, campanha, fashion film e muito mais! É possível criar sua wishlist de Melissas e compartilhar nas redes ou por e-mail. A vitrine ganha uma cara nova e artsy, com as cores e formas que remetem ao Rio e estão em alta no verão.
Em Joinville, o coquetel acontece no Clube Melissa do Joinville Garten Shopping, às 17:30.
Nos vemos no Clube Melissa! ♥

33º Festival de Dança de Joinville | Dança Comunidade deste ano investe na “dança para adultos” como opção de atividade lúdica e divertida

O Dança Comunidade deste ano, que tem como foco a “dança para adultos”, gênero que tem conquistado mais e mais adeptos em todos os lugares. A proposta é apresentar a dança como uma alternativa de lazer e bem-estar para pessoas com 30, 40 ou 50 anos, pois além de trazer benefícios para a saúde, a atividade também é uma boa opção de diversão e integração social.

Curso Jazz Musical - Caio Nunes - Festival de Dança 2014

A programação envolve a realização de quatro oficinas de dança com profissionais convidados do Festival: Graça Martins (CE), Caio Nunes (RJ), Beatriz Almeida (MS) e Elizabeth Ferreira da Silva (SC), que ministrarão aulas de maracatu (23/07), expressão corporal com olhar no teatro musical (24/07), alongamento e postura (25/07) e dança circular (26/07). As aulas são gratuitas, realizadas no horário das 16h15 às 17h30, e destinadas a pessoas com mais de 20 anos. Cada turma tem 20 vagas.
Encerrando a programação, será realizado no dia 27 de julho, às 15 horas, o Fórum Dança Comunidade, que vai reunir os professores participantes do projeto e demais profissionais que trabalham com público adulto. O Fórum também é gratuito e aberto à participação da comunidade em geral.
Todas as atividades do Dança Comunidade serão realizadas na Sala Agrippina Vaganova, da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Informações e inscrições no site do Festival de Dança (http://www.festivaldedanca.com.br) ou no Balcão de Informações, que fica no térreo do Centreventos Cau Hansen.
O 33º Festival de Dança de Joinville é apresentado pelo Ministério da Cultura e Banco Itaú. Lei de Incentivo à Cultura. O patrocínio é do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural), por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte do Governo do Estado de Santa Catarina, Grupo RBS e Tractebel Energia. Tem apoio de O Boticário na Dança e a colaboração da Folha de São Paulo. A promoção é da Fundação Cultural de Joinville e Prefeitura de Joinville, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.
Programação:
Fórum Dança Comunidade
Tema: Dança para Adultos
Data: 27 de julho (segunda-feira)
Horário: 15 horas
Entrada Gratuita
Local: Sala Agrippina Vaganova da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil
Oficinas Dança Comunidade
PROFESSOR
DATA
HORÁRIO
OFICINA
Graça Martins
23/jul
16h15 às 17h30
Maracatu
Caio Nunes
24/jul
16h15 às 17h30
Expressão corporal com olhar no teatro musical
Beatriz Almeida
25/jul
16h15 às 17h30
Alongamento e postura
Elizabeth Ferreira da Silva
26/jul
16h15 às 17h30
Dança Circular: proposta de roda para a comunidade
Inscrições: pelo site do Festival ou no Balcão de Informações do Festival, localizado no térreo do Centreventos Cau Hansen
Número de vagas por turma: 20 pessoas

“Na Casa da Cecília” promove oficina de customização de bikes e pedalada em Joinville

Na estreia do projeto “Na Casa da Cecília”, que vai oferecer ações culturais e criativas gratuitas em Joinville nos fins de semana de julho a setembro, a atração é uma oficina de customização de bikes com a designer Naiara Lima, do site Pedal Glamour. O evento gratuito será neste domingo (19), na Mercearia Sofia, a partir das 10h.

Naiara Lima Pedal Glamour - foto Vinícius Leyser da Rosa

Pensando em estimular a criatividade dos participantes e valorizar um objeto que faz parte da cultura joinvilense, a oficina de bikes será seguida de uma pedalada pela região. Os participantes aprenderão técnicas simples para personalizar suas bicicletas e, com isso, chamar a atenção dos motoristas. Bandeirolas decorativas, pompons e proteções para selim estão entre as ideias que poderão ser executadas no evento. Para participar, basta levar a bicicleta e um capacete – os materiais serão fornecidos pela oficina -, e se inscrever via e-mail cecilia@prediato.com.br
Criado em dezembro de 2014 para que a designer Naiara Lima pudesse compartilhar suas experiência com a bike como meio de transporte, o site Pedal Glamour compartilha dicas para quem quer fazer pequenos ou grandes trajetos, mecânica básica e técnicas para se vestir sem precisar recorrer a roupas esportivas: “Quis provar que dá pra usar a bicicleta sem renunciar ao próprio estilo”, comenta a designer.
Oficina infantil
Pensando nos pequenos,  o evento de domingo  também terá a oficina infantil KOLAB, ministrada pela arquiteta Carolina Corseuil, criadora do projeto Original Kids. A ideia é repensar os espaços em que vivemos em oficinas de cocriação onde crianças, designers, artistas e makers podem experimentar novas possibilidades, expressar suas capacidades criativas com liberdade, aprender juntos e inspirar uns aos outros.

Original Kids - Foto Cristina Souza 3

Nesta oficina, crianças de 7 a 13 anos vão imaginar meios de transporte alternativos e repensar uma cidade que priorize ciclovias, por meio de um processo criativo e lúdico. Os pais também estão convidados a cocriar com seus pequenos.
Para o almoço, a Mercearia Sofia oferecerá um menu especial (cobrado à parte). Como acompanhamento, haverá um show do músico Vagner Magalhães. O evento é gratuito, mas para participar das oficinas é necessário fazer inscrição prévia pelo e-mail cecilia@prediato.com.br
Sobre o projeto
Uma nova maneira de viver Joinville é a proposta de “Na Casa da Cecília”, que vai oferecer oficinas criativas, atividades guiadas e roteiros gastronômicos e cervejeiros durante os meses de julho a setembro. Itinerantes, todas as ações são gratuitas e abertas ao público. No site e redes sociais do projeto, a personagem Cecília dará dicas de como aproveitar mais a cidade, valorizando o que Joinville tem de melhor. A ação é promovida pela PREDIATO como forma de incentivar a cultura e a criatividade na cidade e faz parte da estratégia de divulgação do empreendimento Residencial Cecília Kaczan.
Serviço
Quando: 19/07
Horário: a partir das 10h
Onde: Mercearia Sofia – Rua Aubé, 772 (Entre a Ciser e o Museu Fritz Alt)
Mais informações e inscrições: cecilia@prediato.com.br
Para a oficina de customização de bicicletas é necessário ter mais de 18 anos. Poderão participar da oficina infantil de artes crianças de 7 a 13 anos acompanhadas dos pais ou responsável.

33º FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE |Feira da Sapatilha aquece mercado da dança

Festival de Dança de Joinville também é negócio. O tradicional evento que reúne bailarinos de todo o mundo é vitrine não apenas para quem está nos palcos, mas também para muitos comerciantes e indústrias especializadas em acessórios para o universo da dança. Todos se encontram na Feira da Sapatilha, espaço do Festival em que fabricantes e empresários do setor têm a oportunidade de apresentar suas novidades, testar seus produtos e alavancar as vendas. Trata-se da principal feira do setor de artigos para dança do país, reunindo mais de 70 expositores em cerca de 1.600 m² no Centro de Exposições Edmundo Doubrawa. Os estandes já estão sendo montados deste o início desta semana, mas os expositores começam a ocupar os espaços apenas no dia 21 de julho.
14592616457_de5120311c_kCrédito: Mauro Schlieck

Neste ano a novidade é que a feira será maior. “A cada edição do Festival de Dança recebemos mais pedidos para aumentarmos o espaço da Feira da Sapatilha. Sempre tem muita gente querendo expor seus produtos e novidades. Por isso, resolvemos deslocar o palco aberto que havia dentro da feira, para uma área externa. Assim, ampliamos em 10% a área destinada aos lojistas”, explica a coordenadora operacional do Instituto Festival de Dança, Karim Coletti.

Ela enfatiza que muitos negócios são fechados durante a Feira que recebe mais de 80 mil pessoas. “A Feira é uma grande vitrine. Aqui são fechados contratos não apenas para os 11 dias de Festival de Dança, mas para o ano inteiro. Por isso, os empresários e as indústrias fazem questão de divulgar seus produtos”, revela Karim.
14781818952_2d16f03b53_kMauro Artur Schlieck

Na Feira da Sapatilha também é bem comum encontrar bailarinos e dirigentes de escolas de estados distantes, como Amazonas, Pará, Piauí e Tocantins que aproveitam a feira para comprar grande volume de mercadorias para revender ao longo do ano em suas cidades.

O mix da Feira é complementado por uma área de estandes de artesanato regional, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville (SDR), que reúne expositores de Joinville e de municípios da região Norte do Estado. Há ainda a área de alimentação, que neste ano terá, além dos tradicionais expositores, também três food trucks. A estrutura da Feira da Sapatilha será aberta ao público às 10h do dia 22. O horário de funcionamento diário é das 10h às 23h e a entrada é gratuita.
Palco aberto anexo à feira
Com a mudança na estrutura da Feira da Sapatilha o Instituto Festival de Dança transferiu o Palco Aberto que acontecia dentro do Expocentro Edmundo Doubrawa para uma área externa. O espaço será um anexo da Feira montado sob uma grande tenda, com palco e plateia para 200 pessoas sentadas.
As apresentações no Palco Aberto da Feira da Sapatilha são diárias, sempre das 11h às 12h, das 12h30 às 15h30 e das 16h às 17h30. O local também oferece um telão onde as apresentações da Noite Competitiva são transmitidas ao vivo.
O 33º Festival de Dança de Joinville será realizado de 22 de julho a 1º de agosto e é apresentado pelo Ministério da Cultura e Banco Itaú. Lei de Incentivo à Cultura. O patrocínio é do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural), por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte do Governo do Estado de Santa Catarina, Grupo RBS e Tractebel Energia. Tem apoio de O Boticário na Dança e a colaboração da Folha de São Paulo. A promoção é da Fundação Cultural de Joinville e Prefeitura de Joinville, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.
Confira quem são os expositores da Feira da Sapatilha 2015:
A Página, Arranjos e Cia, Arte Gera Arte, Artwin, Ballare Tricot, Belalerina, Biju Ballet, Bill & Bia Dance, Burguesia Food Truck, Caliman, Capézio, Capézio, Casa Da Bricolage, Chocolate Caseiro, Chocopp Chocolate Caseiro, Corpo e Dança Com. Conf. Malhas Ltda, Cr Costura Industrial, Creperia Panquér, D de Dança, D de Dança, Da Dança, Dança Maria, Dancer Shoes, D’cisne, Doce Beijo, Dona Benê, Dpm, Dtx Sistemas, Dú Ballet Moda Masculina, Escola do Teatro Bolshoi No Brasil, Evidence Ballet, Fenixstreewear, Food Truck, Fruto da Forma, Gargouillade, Happy Viagens, Indan, Joinville a Porter, Komanethi, La Pastra Nostra, Lela Magrela, Lez a Lez, M de Maria, Maz Brasil, Mf Costumes, Mia Vida Associação de Proteção Animal, Mini Kalzone, Moofy, Multipla Escolha, Nina Ballet, Niu Sushi Restaurante, Nutty Bavarium, Olho D Água, Paparyco, Pente Mágico, Petit Danse, Ponta Firme, Puket, Raça e Dancin Confecções, Sabor das Delícias, Sambalelê Dança, Santur / Promotur, Sapatilhas Grishko, Sapatilhas Millenium, Secretaria Da Saúde, Só Dança, SOS Bailarina, Soul Dance, Space Pizzas, Stúdio Santos, Taste Sabor e Saúde, Textil Mix, Tutu Alteliê De Sapatilhas, Tutu Lovers e Vest Dance.
Serviço: | 33º Festival de Dança de Joinville
O que: Feira da Sapatilha
Quando: de 22 de julho a 1º agosto de 2015
Onde: Expocentro Edmundo Doubrawa – Av. José Vieira, 315, América
Quanto: gratuito
O que: Palco Aberto da Feira da Sapatilha
Quando: de 22 de julho a 1º agosto de 2015
Horário: 11h às 12h, das 12h30 às 15h30 e das 16h às 17h30
Para saber mais: http://www.festivaldedanca.com.br – 47/3423-1010

Mostra Contemporânea de Dança aposta na excelência técnica e na inspiração dos movimentos

A dança brasileira tem conquistado destaque no cenário internacional das artes por sua excelência técnica, criatividade e ousadia na pesquisa de linguagens. Neste ano, a Mostra Contemporânea de Dança, que integra a programação do 33º Festival de Dança de Joinville, apresenta dois espetáculos que refletem este bom momento da produção nacional.
17313674661_935568d6c2_b
No dia 23 de julho, o Grupo de Dança Primeiro Ato, de Belo Horizonte (MG), companhia dirigida por Suely Machado, apresenta a obra “InstHabilidade”; e no dia 28, a Companhia Urbana de Dança, do Rio de Janeiro (RJ), dirigida por Sônia Destri Lie, traz ao palco do Teatro Juarez Machado o espetáculo “ID: Identidades”. Ambos os espetáculos ocorrem às 22h. Os ingressos estão à venda na recepção do IFDJ (Instituto Festival de Dança de Joinville) e pelo site http://www.festivaldedanca.com.br.
O 33º Festival de Dança de Joinville será realizado de 22 de julho a 1º de agosto e é apresentado pelo Ministério da Cultura e Banco Itaú. Lei de Incentivo à Cultura. O patrocínio é do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural), por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte do Governo do Estado de Santa Catarina, Grupo RBS e Tractebel Energia. Tem apoio de O Boticário na Dança e a colaboração da Folha de São Paulo. A promoção é da Fundação Cultural de Joinville e Prefeitura de Joinville, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.

Sobre a concepção destes espetáculos e as companhias convidadas:

Espetáculo “InstHabilidade” do Grupo de Dança Primeiro Ato
propõe reflexões sobre a condição de ser estar vivo

Inspirado no processo natural de queda e ascensão, o espetáculo “InstHabilidade”, do Grupo de Dança Primeiro Ato, de Belo Horizonte (MG), propõe uma reflexão em torno da busca pelo lugar do homem no mundo. Com concepção e direção coreográfica de Alex Dias e Suely Machado, o espetáculo é inspirado na condição de estar vivo, de “cair e levantar”, movimentos naturais da vida. A habilidade de lidar com a instabilidade presente em nossas habilidades, gera desequilíbrio, ação e vida. A obra será apresentada no dia 23 de julho, às 22h, no Teatro Juarez Machado, na programação da Mostra Contemporânea de Dança.
“Este cair e levantar, essa resistência à ação da gravidade e a necessidade constante de nos verticalizar e transformar provoca um movimento que se repete em cadeia e nos remete a origem, ao DNA, que marca e identifica nossas características e nossa maneira de estar no mundo. Da quebra dessa cadeia, em equilíbrio, surge o movimento de cada um no universo. Desde a gênese, vivemos em processo de expulsão, que provoca e instiga uma ação própria”, refletem os produtores, enquanto desafiam o elenco a interpretar no palco nu nossas dúvidas coletadas na passagem pelo mundo.
“Para cada um de nós um gesto, um olhar, um afago, uma escuta, uma palavra, uma ordem. Para cada um de nós um movimento… de vida, de escolhas, de ir e vir construindo caminhos gerando consciência”, reflete Suely Machado, lembrando que InstHabilidade traz a mola propulsora do movimento de viver.
No total, o bailarino e coreógrafo Alex Dias tem uns 18 anos de atuação no 1º Ato. Seu interesse pelo processo coreográfico começou graças ao incentivo de Suely Machado, que convidou alguns bailarinos para ajudar na criação de “Mundo Perfumado”, espetáculo de 2004. “É uma pesquisa de movimento e estudo de dança. O que esta caminhada, as quedas e o desequilíbrio provocam no corpo, um movimento de espiral”, frisa.

SOBRE O GRUPO DE DANÇA 1º ATO
O Primeiro Ato é um grupo de dança moderna e contemporânea, fundada em 1982, em Belo Horizonte, por Suely Machado, profissional que atua como bailarina, coreógrafa, diretora e na produção de dezenas de espetáculos. Ela conta que a ideia que resultou na criação do grupo surgiu quando voltava de uma apresentação na cidade de Formiga (MG), com um grupo de bailarinas e teve a ideia de criar uma companhia que refletisse a individualidade de cada componente, em vez de impor um estilo homogêneo.
O primeiro espetáculo, Confidências para uma terceira pessoa, foi montado logo em seguida. Desde então, o grupo conquistou mais de 50 prêmios, apresentando-se no Brasil, Espanha, Portugal, Argentina, Alemanha, Uruguai, Bolívia, Colômbia e Estados Unidos. Além das apresentações, ela mantém uma escola com mais de 450 alunos. Em 2013, foi condecorado com a Ordem do Mérito Cultural do Ministério da Cultura.

QUEM É SUELY MACHADO
Suely é graduada em psicologia pela Universidade Católica de Minas Gerais, (bacharelado e licenciatura) com especializações em psicomotricidade, coreoterapia e pedagogia do movimento para o ensino da dança. Também atua como preparadora corporal de atores e músicos de musicais e peças teatrais e presidiu a Unidança (Associação das Escolas de Dança de Minas Gerais).
Consta em seu currículo a direção do projeto “Dançando na Escola”, realizado em parceria com a Cultura Inglesa e o Escola Estadual D. Augusta, no Aglomerado de Santa Lucia, uma das favelas mais numerosas de Belo Horizonte, atendendo a mais de 180 crianças por ano há mais de uma década.
Também dirige o EACC (Espaço de Acervo e Criação Compartilhada) ateliê de construção de cenário, figurino, abrigo da biblioteca, videoteca e do acervo da escola e do grupo, que abriga residências em dança, bazar de artesãos, artistas plásticos, ceramistas e oferece espaço para projeções de videodança, apresentações de teatro e música e desenvolve o Projeto de Capacitação Profissional para Jovens na área Técnica de Artes Cênicas.
No Festival de Dança de Joinville, além de professora, também conquistou diversas premiações com sua companhia e já foi integrante da Curadoria Artística em jurada em outras edições.

FICHA TÉCNICA:
Concepção e direção coreográfica: Alex Dias e Suely Machado
Pesquisa de movimento: Alex Dias
Encenação: Suely Machado
Figurino: Pablo Ramon
Bailarinos: Alex Dias, Ana Virgínia Guimarães, Danny Maia, Lucas Resende, Marcela Rosa, Pablo Ramon, Vanessa Liga e Erika Rosendo, bailarina residente do Projeto Tecendo Encontros
Assistente de Direção: Marcela Rosa
Maitre de ballet: Betina Bellomo
Produção: Regina Moura
Concepção de luz: Nadja Naira
Técnico de luz: Ricardo Damata
Identidade visual: Reciclo
Colaboração identidade visual: Pablo Ramon, Júlio Coutinho
Fotos: Guto Muniz e Chris Birchal

ID: Entidades é sucesso entre a crítica internacional e será apresentado
pela Companhia Urbana de Dança na Mostra Contemporânea

O espetáculo de dança “ID: Entidades”, considerado um dos dez melhores trabalhos apresentados na cena da dança contemporânea pelo “Nova York Times” e indicado ao Prêmio Bessies, é uma das atrações da Mostra Contemporânea de Dança deste ano. A obra será apresentada no dia 28 de julho, às 22h, no Teatro Juarez Machado; e os ingressos também estão à venda na recepção do Instituto Festival de Dança de Joinville e no site http://www.festivaldedanca.com.br.
Os componentes da Companhia Urbana de Dança se afirmam como sujeitos a partir de suas trajetórias como jovens afro-latinos, brasileiros e vindos das periferias da cidade do Rio de Janeiro. Cada um trouxe uma leitura particular de movimento e assim o espetáculo foi sendo construído.
O espetáculo tem criação e direção artística assinado por Sonia Destri Lie, que buscou para este elenco nove jovens moradores de áreas populares da cidade do Rio de Janeiro, com o objetivo de promover uma tradução ímpar do legítimo hip hop urbano em trânsito aberto com a dança contemporânea.
A coreografia investiga as possibilidades do movimento surgido nas ruas das metrópoles, desdobramento da pesquisa de linguagem marcada por trabalhos anteriores como Ziriguidum e Suíte Funk, que rodaram a Europa. Aliás, foi na França, em 2010, que ID: Entidades apresentou seus primeiros passos, tomando conta da plateia do Hangar 23, em Rouen, e ainda no Festival Hoptimum, em 2013.

SOBRE A COMPANHIA URBANA DE DANÇA
A Companhia Urbana de Dança comemora em cena seu 10º ano. É dirigida por Sonia Destri Lie, coreógrafa com carreira bem-sucedida no Brasil e exterior. Espectadores e críticos especializados admiram em seu trabalho a força das histórias e as qualidades artísticas, como vigor físico, diversidade de movimentos e sofisticação coreográfica marcados pela estética contemporânea, em que os jovens bailarinos realizam uma leitura particular e criativa em dança urbana.
Participou por duas vezes da Bienal da Dança de Lyon, do Festival de Suresnes, do Festival Hoptimum e desde 2006, volta anualmente para apresentações na Itália. Em 2010, foi recebida de braços abertos nos Estados Unidos e em menos de seis meses recebeu críticas maravilhosas no The New York Times, Dance Magazine, The New Yorker Observer, Financial Times, The Star-Ledger, entre outros; além de ser considerada TOP 10, pelo Time Out, The New York Times, no ano de 2011. No mesmo ano, a trilha de ID: ENTIDADES foi indicada ao Prêmio Bessies em NY.

Quem é Sonia Destri
Em quase 35 anos de trabalho, a coreógrafa Sonia Destri movimentou-se dentro e fora do Brasil. Foi do balé ao jazz, da dança contemporânea aos musicais de teatro, televisão e cinema, alinhando-se com mestres como Tatiana Leskova, Marly Tavares, Lennie Dale e assinando coreografia de projetos artísticos envolvendo Maurício Sherman, Marília Pêra e Lúcia Murat, entre outros.
Recebeu bolsa de estudos da New York University e participou como convidada nas oficinas internacionais da coreógrafa Twyala Tharp. Recebeu premiação de melhor coreógrafa pelo Conceil International de La Danse/ Unesco e Menção Honrosa de melhor roteiro pela Ford Foundation.
Entre Europa e Estados Unidos, fez formação com Pina Bausch, Alvin Nikolais, Twyala Tharp. Mas foi na Alemanha que conheceu a dança urbana, que direcionou sua carreira e culminou com a formação da Companhia Urbana de Dança.

Ficha Técnica:
Direção artística e dancing designer: Sonia Destri Lie
Bailarinos: Tiago Sousa, Andre Feijão, Jessica Nascimento, Johnny Britto, Miguel Fernandez, Raphael Russier, Rafael Balbino, Allan Wagner e Julio Rocha
Luz: Renato Machado
Luz original: Dominique Palambau
Operador de luz e som: Ton Bernardes
Trilha Original: Rodrigo Marçal
Produção: Destri e Sousa Produções Artísticas
Mais informações em http://www.companhiaurbanadedanca.com.br

Serviço: | 33º Festival de Dança de Joinville
O que: Mostra Contemporânea de Dança
Quando: dias 23 e 28 de julho0 de 2015
Onde: Centreventos Cau Hansen – Av. José Vieira, 315, América
Quanto: de R$22, sendo que pessoas com deficiência, estudantes, idosos, participantes do Festival de Dança, professores da Rede Estadual e Municipal tem direito a meia-entrada. Os ingressos estão a venda pelo site http://www.festivaldedanca.com
Para saber mais: http://www.festivaldedanca.com.br – 47/3423-1010

33º Festival de Dança de Joinville promove apresentações em cidades da região

As apresentações do 33º Festival de Dança não se resumem a Joinville. Blumenau, Jaraguá do Sul, Pomerode e São Francisco do Sul também recebem uma agenda de espetáculos, entre os dias 25 e 29 de julho. Cada cidade terá um dia de espetáculo realizado no teatro de cada município e Jaraguá do Sul terá também uma apresentação em Palco Aberto. Os ingressos para os espetáculos nos teatros são limitados e começam a ser vendidos a partir da próxima segunda-feira, 13 de julho.
A programação nestas cidades conta com a participação de 60 grupos de todos os cantos do país, que apresentarão coreografias de Balé Clássico de Repertório, Balé Neoclássico, Danças Populares, Sapateado, Jazz, Danças Urbanas e Dança Contemporânea. A iniciativa tem como objetivo promover cada vez mais o acesso à cultura, levando o maior festival de dança do mundo, segundo o Guiness Book, a públicos de outras cidades catarinenses.
O primeiro dia de apresentações do Festival de Dança de Joinville em outras cidades ocorre em São Francisco do Sul, no dia 25. As companhias selecionadas pela curadoria do Festival sobem ao palco do Cine Teatro X de Novembro, às 20h. O evento é uma promoção da Fundação Cultural Ilha São Francisco do Sul, Secretaria Municipal de Turismo e Lazer e Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul.
No domingo (26) é Pomerode quem entra no clima da dança. A cidade recebe as apresentações do Festival de Dança a partir das 20h, no Teatro Municipal. A promoção é da Fundação Cultural de Pomerode e Prefeitura Municipal de Pomerode. Jaraguá do Sul tem apresentações na terça-feira (28) e Blumenau encerra a programação do Festival de Dança em outras cidades na quarta (29), com apresentações no Teatro Carlos Gomes. A ação é uma promoção da Fundação Cultural de Blumenau e Prefeitura Municipal de Blumenau.
Duas apresentações em Jaraguá do Sul
A novidade deste ano é que a cidade de Jaraguá do Sul recebe, além da noite de espetáculo no Teatro da Scar na terça-feira, dia 28 de julho, também uma apresentação gratuita da mostra Palcos Abertos, que será realizada em palco montado na praça Ângelo Piazera, a partir das 16h. Já para o espetáculo no Teatro Scar, os ingressos custam R$20,00 sendo que pessoas com deficiência, estudantes, idosos e participantes do festival tem direito a meia-entrada. A programação em Jaraguá do Sul integra a programação de aniversário do município que completa 139 anos de fundação no dia 25. As atividades têm o apoio da Fundação Cultural de Jaraguá do Sul e Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul.
O 33º Festival de Dança de Joinville acontece entre os dias 22 de julho e 1º de agosto e é apresentado pelo Ministério da Cultura e Banco Itaú, Lei de Incentivo à Cultura. O patrocínio é do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural), por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte do Governo do Estado de Santa Catarina, Grupo RBS e Tractebel Energia. Tem apoio de O Boticário na Dança e a colaboração da Folha de São Paulo. A promoção é da Fundação Cultural de Joinville e Prefeitura de Joinville, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.
14766508451_11692e98fb_z14582978430_de856367b7_zPalco Aberto 2014 – Blumenau – SC
Teatro Carlos Gomes
Crédito: Nilson Bastian
Confira a programação em cada cidade
São Francisco do Sul
Data: Sábado, 25 de julho
Horário: 20h
Local: Cine Teatro X de Novembro – Rua Hercílio Luz, 50, Centro
Venda de ingresso: bilheteria do teatro
Valor: Inteira R$20,00 – meia-entrada: R$10,00
Informações: 47/3444-5345
Pomerode
Data: domingo, 26 de julho
Horário: 20h
Local: Teatro Municipal de Pomerode – Rua Hermann Weege, 111, Centro
Venda de ingresso: Farmácia Farmalan
Valor: Inteira R$20,00 – meia-entrada: R$10,00
Informações: 47/3387-6801
Jaraguá do Sul
Data: terça-feira, 28 de julho
*Apresentação em Palco Aberto – Horário: 16h
Local: Praça Ângelo Piazera – Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 247, Centro
Apresentação aberta ao público e gratuita
*Espetáculo no Teatro SCAR – Horário: 20h
Local: Teatro SCAR – Rua Jorge Czerniewicz, 160, Czerniewicz
Venda de ingresso: bilheteria do teatro
Valor: Inteira R$20,00 – meia-entrada: R$10,00
Horário da bilheteria: 2ª a 6ª feira – 08 às 20h / Sábado: Das 08h às 12h
Informações: 47/ 3275-2477
Blumenau
Data: quarta-feira, 29 de julho
Horário: 20h
Local: Teatro Carlos Gomes – Rua XV de Novembro, 1181
Venda de Ingressos: bilheteria do teatr
Horário da bilheteria: 08h30 às 12h e das 13h30 às 18h, de segunda a sexta. No dia do evento abrirá às 17h.
Valor: Inteira R$20,00 – meia-entrada: R$10,00
Informações: 47/3144-7166
*Meio ingresso é destinado aos participantes do festival, estudantes, professores da Rede Estadual de Educação idosos e pessoas com deficiência.

1 2 3 75

%d blogueiros gostam disto: