Banda baiana Maglore faz show em Joinville

Casa 97 recebe, no dia 8 de julho, o quarteto apontado como um dos grandes nomes do novo cenário nacional. Ingressos já estão à venda

Ponto de encontro da cultura em Joinville, a Casa 97 recebe no dia 8 de julho, a partir das 21 horas, a banda baiana Maglore, apontada pela mídia especializada como um dos grandes nomes do novo cenário nacional. A abertura da noite fica por conta da banda joinvilense Fevereiro da Silva. Os ingressos já estão à venda na plataforma Sympla/Maglore em Joinville.

Em turnê de encerramento do CD e LP “III” – que além de Joinville inclui shows em Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre – o quarteto de canção popular brasileira com referências de pop e rock psicodélico apresenta, no repertório do show, músicas de seus três discos, como “Mantra”, “AiAi” (na trilha de Malhação), “Se Você Fosse Minha”, “O Sol Chegou”, “Café com Pão”, “Aconteceu”, “Vampiro da Rua XV”, “Demodê”, “Demais, Baby!”, “Tudo de Novo”, além de duas canções que estarão em seu próximo CD, com lançamento no segundo semestre de 2017: “Aquela Força” e “Você me Deixa Legal”.

Com seis anos de estrada, a formação atual conta com Teago Oliveira (voz e guitarra), Lucas Oliveira (voz e baixo), Lelo Brandão (teclados, guitarra e voz) e Felipe Dieder (bateria). ‘III’, gravado em 2015, é considerado um dos melhores álbuns daquele ano por Rolling Stone, Billboard, MTV e UOL Entretenimento.

Originada como quarteto em Salvador, em 2009, e atualmente residente na capital paulista, a Maglore também lançou os CDs independentes Veroz (2011) e Vamos Pra Rua (2013) — neste último, Carlinhos Brown e Wado emprestam suas vozes em participações especiais. Os álbuns destacaram o grupo como aposta do país e representante de peso do circuito baiano.

“III” é resultado da mudança de integrantes e, por consequência, de sonoridade da banda, agora mais direta e simples, mas não menos inventiva e elegante, com influências que vão de Caetano Veloso a Wilco, do misticismo da Bahia à rotina esmagadora da vida em São Paulo. O quarto disco da banda, que voltou a ser um quarteto em fevereiro de 2017, está previsto para o início do segundo semestre.

III

Gravado ao vivo em fita de rolo, quando a banda ainda era um trio, o disco “III” teve produção de Rafael Ramos (Titãs, Pitty, João Donato) no Estúdio Tambor (RJ). “Mantra”, single que antecipou o trabalho, foi indicado à categoria “nova canção” do Prêmio Multishow 2015 e ganhou boa execução em FMs do eixo SP-RJ.

O disco ainda levou a Maglore ao 27º Prêmio da Música Brasileira, que reconheceu o grupo como um dos melhores daquele ano, ao lado dos veteranos Titãs e Funk Como Le Gusta, e rendeu convites para o Lollapalooza Brasil 2016, onde os baianos se apresentaram no palco principal e para o festival SXSW, em Austin (EUA), como artistas brasileiros convidados, ao lado de Liniker.

Marcado por arranjos modernos, melodias de assimilação imediata e o lirismo das composições de Teago, “III” foi eleito o melhor álbum da Bahia em 2015, em ranking que reuniu críticos, jornalistas e formadores de opinião do rádio e da tevê do Estado, com organização do site el Cabong. Em outra votação, desta vez elaborada pelo site Scream & Yell com mais de 100 profissionais do mercado da música, o disco entrou para o top 5 de lançamentos brasileiros.

SERVIÇO

O quê? Show da banda baiana Maglore

Onde? Casa 97, rua Arco-íris, 97, bairro Iririú

Quanto? A partir de R$ 20

Onde comprar? www.sympla.com.br (Maglore em Joinville – Casa 97)

Informações: (47) 3227-9537 ou no Facebook (evento: Maglore em Joinville – Casa 97)

Sobre a banda

Site Oficial: http://www.maglore.com.br/

 Clipes

Mantra: youtu.be/S-ix8aFdtA4

Dança Diferente: youtu.be/jooS14ncbEw

 Redes sociais

Facebook: facebook.com/maglore

Instagram: instagram.com/magloreoficial

Twitter: twitter.com/maglore

E aí, o que achou? Deixe seu comentário: