Dia das mães. Você já comprou o presente da sua?

O Dia das Mães é um dia para celebrar e agradecer a todas as mães, para as que ainda estão presentes e para as que já se foram. O Dia das Mães é uma data móvel, ou seja, o dia a ser comemorado depende do ano, mas no Brasil é sempre no segundo domingo do mês de Maio. Em vários países é comemorado em outras datas, que vão desde março até dezembro.presentes-dia-das-maes

É comum no Dia das Mães os filhos fazerem surpresas às suas mães, dando presentes ou organizando atividades que demonstrem amor e carinho por ela, então preparamos algumas sugestões para presentear os vários tipos de mães: Confira:

dicas-de-presente-para-o-dia-das-maes-flores

Para mães que adoram cozinhar

– Caixa com cupcakes
– Aula de sushi
– Cesta de produtos gourmet
– Livro de culinária
– Chocolate
– Brunch.

presentes_dia_das_maes

Para mães que adoram viajar

– Livros
– Passeio de barco
– Massagem num SPA
– Bilhetes para o teatro, cinema ou show musical.

Para mães que adoram tecnologia

– iPhone
– iPad
– iPod
– Kindle

Para as mães se emocionarem

Uma moldura com uma foto antiga sua e dela, que ela já não vê faz tempo;
Um CD com as músicas preferidas dela;
Uma lista com as coisas que ela fala toda hora;
Um desenho feito por você;
Uma pequena viagem a um lugar que relembre a infância dela.

Para mães que adoram moda

– Perfume
– Jóias
– Bolsa
– Maquiagem

– Álbum de fotografias
– Sessão fotográfica com os/as filhos(as).

perfume

pitanga

Ideias de Atividades para o Dia das Mães

Faça o almoço para ela;
Leve ela ao cinema ver o filme que ela quiser;
Leve ela para dançar;
Faça um sacrifício e vá com ela na loja que ela adora e você detesta.

Para Sempre 

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

E aí, o que achou? Deixe seu comentário: